Quando se deve utilizar linhas de bordar à máquina de viscose ou de poliéster

No mercado estão disponíveis vários tipos de linhas de bordar à máquina. As mais comuns são em viscose ou poliéster. Contudo, é frequentemente difícil encontrar informações mais detalhadas que ajudem a entender as características e as limitações de cada uma. Este é o motivo pelo qual criámos o seguinte guia rápido e prático. Descubra as semelhanças e as diferenças entre as linhas de bordar à máquina de poliéster e viscose, e a que aplicações se destina cada uma delas.

 

Por que motivo existem diversos tipos de linhas de bordar?

Existem diversos tipos de linhas devido aos diferentes requisitos dos bordados em termos de aspeto, textura, processo de produção, uso e conservação dos artigos têxteis, custos, produtividade, impacto ambiental e qualidade.

É provável que, com base na sua experiência, já tenha as suas preferências pessoais no que diz respeito a bordar com linhas específicas. Adicionalmente, deve ter reparado que nem todas as linhas se adequam a qualquer trabalho decorativo.

Os tipos de linhas de bordar mais utilizados são os de viscose e de poliéster, sendo que cada um tem os seus pontos fortes e as suas limitações, pelo que constituem a melhor opção para diferentes tipos de projetos.

Frequentemente, qualquer uma destas linhas é adequada para bordar um desenho padrão, mas convém saber quando se deve usar um tipo ou o outro.

Como escolher a linha de bordar correta

Matérias-primas e impacto ambiental: que importância têm na sua escolha?

As duas linhas têm origens diferentes. Os produtos de viscose foram desenvolvidos com vista a comportarem-se como uma seda artificial, oferecendo caraterísticas naturais acessíveis, bem como uma suavidade e um brilho extraordinários. A sua origem pode ser encontrada na natureza. No entanto, são considerados produtos semissintéticos: são obtidos a partir da madeira de determinadas árvores, sendo a polpa de celulose processada quimicamente numa solução orgânica viscosa, a partir da qual se produz o fio. 

Na melhor das hipóteses, as matérias-primas são provenientes de florestas com certificação, geridas de forma responsável em termos ambientais, sociais e económicos, como no caso da Madeira Classic.

As linhas de poliéster são produtos sintéticos, produzidos pelo homem a partir de óleo. Estas foram desenvolvidas tendo especialmente em atenção a sua durabilidade e resistência a processos químicos, os quais poderão ser necessários para fins de limpeza ou de conceção do desenho. Adicionalmente, são mais acessíveis em termos de custos. Representam, assim, a melhor opção para embelezar artigos que requeiram estas propriedades.

No caso de optar por poliéster, escolha marcas produzidas em fábricas certificadas que poupem recursos (por exemplo, água, eletricidade) e os usem de forma eficiente, tal como acontece na produção daMadeira Polyneon.

Que tipo de aspeto brilhante requer o seu desenho?

Os dois tipos de linhas não são produzidos da mesma forma. Consequentemente, apesar de ambas as linhas serem muito brilhantes, oferecem uma aparência ligeiramente diferente. Sob a luz, a linha de viscose obtém um brilho subtil, encantador e sedoso. A linha de poliéster possui um brilho forte e mais direto.

Caso pretenda proporcionar aos desenhos profundidade e multidimensionalidade, ou se desejar criar efeitos brilhantes, as linhas de viscose serão a melhor opção. Estas propriedades podem ser interessantes para algumas aplicações no setor da moda e da decoração de interiores. Os pontos utilizados e a sua direção podem dar vida a diferentes possibilidades de decoração e de sombreados, influenciando o aspeto de cada elemento do desenho bordado.

No caso de os efeitos de luz não desempenharem um papel fundamental no desenho, então tanto a linha de poliéster como a de rayon serão uma boa escolha.

Que tipo de toque pretende que o bordado tenha?

Outra diferença entre as duas linhas é a sua suavidade. As linhas de viscose são flexíveis e funcionam bem com desenhos complexos ou que sejam compostos por muitos pontos ou pontos densos. Este tipo de linha é suave com os componentes da máquina de bordar, causa apenas uma reduzida fricção e não gera resíduos. Os desenhos são muito agradáveis ao toque, nítidos, precisos e não irritam a pele. As linhas de poliéster são um pouco mais duras ao toque, mais rígidas e dão uma sensação ligeiramente mais pesada, o que as torna adequadas para materiais mais duros e aplicações robustas.

Geralmente, as linhas de viscose requerem uma tensão mais baixa do que as linhas de poliéster. No entanto, tenha cuidado para não criar uma tensão demasiado forte na linha de poliéster, visto que isto poderá resultar em linhas demasiado esticadas que tendem a voltar para a sua forma original, aumentando assim o risco de enrugamento. Ao ajustar a tensão, não se esqueça de verificar também a linha de canela.

Em que materiais vai aplicar os bordados?

As linhas de viscose são verdadeiramente versáteis, oferecendo uma grande liberdade no que diz respeito à escolha de materiais ou aos tipos de pontos e direções, e são mais adequadas para tecidos densos do que as linhas de poliéster. Ficam muito bonitas em tecidos pesados até finos e leves, e sempre bem posicionadas. Adicionalmente, praticamente que não causam laçadas nem ruturas de linha. As linhas de poliéster podem ter um toque ligeiramente mais forte e áspero, sendo particularmente adequadas a produtos com propriedades semelhantes, tais como bonés, mochilas, emblemas, artigos promocionais e materiais sintéticos duros.

Nunca se esqueça de verificar e substituir a agulha assim que ocorrerem ruturas da linha devido ao desgaste do olho da agulha durante a utilização.

A que processos serão os têxteis bordados expostos para fins de limpeza e de criação de efeitos de desenho especiais?

A resistência das linhas de poliéster é bem conhecida. Estas são resistentes a processos de limpeza industriais, a detergentes agressivos, ao branqueamento e ao tratamento de stonewashing. Devido às suas matérias-primas naturais, as linhas de viscose permitem a utilização de detergentes convencionais que não contenham agentes de branqueamento. No entanto, ambas as linhas suportam elevadas temperaturas de lavagem de 95 °C, sendo que a viscose possui uma resistência superior a altas temperaturas de engomar.

Graças à sua robustez, as linhas de poliéster são frequentemente a melhor opção para uniformes, vestuário de trabalho, roupa de cama, vestuário para crianças, toalhas, têxteis brancos, vestuário exterior, fatos de banho, calças de ganga com aspeto usado e outros produtos que necessitem de ser branqueados, resistir a produtos químicos agressivos ou a lavagens industriais. A viscose também se adequa à moda corporativa, mas apenas quando não é necessário um processo de branqueamento. De qualquer forma, na maior parte das vezes isto não seria possível no caso de materiais coloridos.

Dica: as linhas de bordar Polyneon da Madeira possuem uma resistência superior ao cloro e permitem tratamentos de lavagem de ganga.

O que têm as linhas de poliéster e de rayon em comum?

Quando optar por uma determinada marca, recomenda-se que confirme sempre as características gerais do produto, visto que são um índice da sua qualidade. Em seguida, pode encontrar os pontos principais a verificar, exemplificados através das linhas de bordar à máquina Classic (viscose) e Polyneon (poliéster) da Madeira.                             

 

As linhas estão certificadas?

As linhas Classic e Polyneon possuem uma certificação de acordo com a STANDARD 100 by OEKO-TEX®, classe de produto I, o que significa que não contêm substâncias nocivas e que são também seguras para artigos de crianças. Adicionalmente, são produzidas em fábricas com certificação ISO 9001:2008.

 

Em que cores estão disponíveis as linhas?

Com uma gama padrão que inclui mais de 400 tons mono e multicolores para as linhas superiores, referências correspondentes às cores Pantone e uma integração em diversos programas de digitalização, tem uma grande variedade de opções para vários projetos. Pode encontrar facilmente as nuances exatamente necessárias, realizar um trabalho eficiente e reproduzir o mesmo desenho a qualquer momento. A consistência cromática entre os lotes de corantes é garantida através de rigorosos controlos de qualidade.

 

Tem várias espessuras à sua escolha?

Para além da espessura padrão 40, que funciona de forma intercambiável para as duas linhas com o mesmo tamanho de agulha e a mesma digitalização, é também importante ter várias espessuras disponíveis.

As linhas Classic e Polyneon mais finas com uma espessura de 60 permitem criar detalhes nítidos e letras pequenas, bordados realistas através de técnicas de sombreados, ou trabalhar com tecidos muito delicados. As linhas extremamente finas, tais como a Polyneon 75, adequam-se a trabalhos finos em filigrana, à fixação de lantejoulas ou a elementos muito pequenos em desenhos. A Classic 30 mais grossa é ideal para cobrir superfícies grandes e preencher espaços com menos pontos e linha, visto ser necessária uma densidade inferior dos pontos. Esta linha também é indicada para tecidos mais grossos.

As linhas satisfazem as suas necessidades e são fáceis de processar?

Algumas espessuras são fornecidas tanto em cones grandes como pequenos. Isto permite uma gestão eficiente do seu inventário, uma vez que necessita de mais linha para as tonalidades mais frequentemente usadas, e menos para os tons que raramente utiliza ou que só usa para alguns destaques no desenho. Além disso, deve também ser possível um funcionamento sem problemas a elevadas velocidades na sua máquina de bordar.

 

Que aspeto deseja que os seus bordados tenham?

Apesar de a maioria das linhas de viscose e de poliéster ser brilhante, estes dois tipos refletem a luz de forma diferente. Em função do desenho e da digitalização, isso poderá ser mais ou menos evidente.

A Madeira também disponibiliza uma opção mate através da inovadora linha de poliéster Frosted Matt. Esta oferece um aspeto limpo e natural, combinado com a resistência do poliéster.

Agora possui os conhecimentos necessários para fazer escolhas profissionais e acrescentar valor aos seus têxteis. Quer sejam desenhos ou logótipos bordados com linhas padrão em viscose ou em poliéster, é tempo de passar à ação e de fazer a sua escolha.

 

Descubra as suas linhas de bordar à máquina